top of page
  • Foto do escritorClínica Urojaraguá

Pedra nos rins: quando a cirurgia é necessária?

Os cálculos renais, popularmente conhecidos como pedras nos rins, são depósitos duros de minerais e sais que se formam dentro dos rins. Embora muitas vezes possam ser eliminados de forma natural através da urina, alguns casos exigem intervenção cirúrgica. Vamos explorar as razões pelas quais um procedimento cirúrgico pode ser necessário e as opções disponíveis para tratar o cálculo renal.

pedra nos rins

A necessidade de cirurgia para tratar cálculos renais depende de vários fatores, incluindo o tamanho, localização e composição dos cálculos, bem como os sintomas apresentados pelo paciente. As situações que podem exigir intervenção cirúrgica incluem:

Cálculos Grandes: Pedras maiores que 7 mm geralmente não conseguem passar espontaneamente e podem necessitar de cirurgia.

Dor Intensa: Quando a dor causada pelos cálculos é insuportável e não responde a medicamentos.

Obstrução Urinária: Cálculos que bloqueiam o fluxo de urina, causando risco de danos renais.

Infecção Urinária Repetitiva: Cálculos que provocam infecções urinárias recorrentes.

Falha no Tratamento Conservador: Quando métodos menos invasivos, como medicamentos e mudanças na dieta, não são eficazes.


Opções Cirúrgicas para o Tratamento de Cálculos Renais

Existem várias opções cirúrgicas para o tratamento de cálculos renais, dependendo da localização e do tamanho dos cálculos:


Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque – é um procedimento em que o médico utiliza ondas de choque para fragmentar os cálculos em pedaços menores, que podem ser expelidos naturalmente pela urina. É uma técnica não invasiva e geralmente realizada de forma ambulatorial.

Ureteroscopia – o médico insere um ureteroscópio pela uretra do paciente até o local do cálculo. O profissional utiliza laser ou pinças para fragmentar ou remover os cálculos. Este procedimento é indicado para cálculos localizados no ureter ou na bexiga.

Nefrolitotomia Percutânea – é um procedimento minimamente invasivo em que um pequeno corte é feito nas costas do paciente para acessar o rim e remover os cálculos. Está técnica está especialmente indicada para cálculos grandes ou de difícil acesso.

Cirurgia Aberta ou Laparoscópica – utilizada em casos raros, quando os cálculos são muito grandes ou quando há complicações anatômicas que impedem o uso de métodos menos invasivos. Este procedimento envolve a remoção direta dos cálculos através de uma incisão maior.


A Indicação da Intervenção Cirúrgica

Somos criteriosos em indicar a remoção cirúrgica dos cálculos renais. Geralmente fazemos esta indicação ao avaliarmos que o procedimento irá oferece múltiplos benefícios ao paciente, como o alívio imediato da dor, a restauração do fluxo urinário normal e a prevenção de danos renais e infecções. Além disso, a remoção completa dos cálculos pode impedir a formação de novos cálculos no futuro.


Embora a cirurgia para cálculos renais possa parecer intimidadora, ela é muitas vezes a melhor opção para tratar cálculos grandes, dolorosos ou que causam complicações. Consultar um urologista é essencial para determinar a melhor abordagem de tratamento para cada caso específico. Na UroJaraguá, estamos prontos para oferecer o melhor cuidado e orientação para a sua saúde renal.


Dr. João Bertoli

CRM | SC 16110

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page